fbpx
Marketing

3 sinais de que você precisa investir em marketing humanizado

marketing humanizado

O consumidor é, sem sombra de dúvidas, o agente impulsionador de qualquer negócio. Toda empresa precisa conhecer as necessidades individuais dos seus clientes. Além de entender que a experiência que ela oferece para os consumidores vai fazer toda a diferença para um negócio de sucesso ou o seu fracasso.

Diante disso, investir no marketing humanizado é uma das melhores formas de aumentar o crescimento de uma clínica ou estabelecimento médico e fazer com que ela fique à frente da concorrência, ganhando destaque no mercado.

Neste artigo, você vai entender o que é marketing humanizado, qual é a sua importância em uma clínica e quais são os sinais de que é o momento certo de aplicá-lo no seu negócio. Continue a leitura!

O que é o marketing humanizado?

O marketing humanizado consiste em conhecer melhor as preferências, anseios e necessidades e ter empatia pelo público. Isso significa entender que aquele cliente é um indivíduo único, e como tal, a campanha deve ter um toque de pessoalidade. A ideia é fazer a empresa entender que, investir em um bom relacionamento do consumidor com a marca, pode surtir mais efeitos do deixar o cliente de lado e tratá-lo como apenas mais um.

Como o próprio nome sugere, a sua estratégia envolve uma preocupação com o consumidor, que está em busca de um atendimento de qualidade e de satisfação nos produtos e serviços oferecidos pela sua empresa, tornando-o como personagem principal da cadeia de consumo e o responsável pelo sucesso de qualquer campanha. Assim, a adoção desse tipo de ação de marketing traz benefícios porque aproxima mais a marca do consumidor. Além disso, ajuda a segmentar e humanizar o relacionamento da empresa com o cliente.

Qual é a relação entre o marketing humanizado e o marketing 3.0?

O Marketing 3.0 consistiu em uma estratégia mais humanizada do marketing. O enfoque dessa ação era trazer sensibilidade e uma experiência diversificada ao consumidor, tocando mais profundamente na sua personalidade e na alma do cliente.

Essa espécie de marketing espiritualizado começou a ganhar espaço no ano de 2010, trazendo o foco para o relacionamento mais humanizado com o cliente. Por meio da criação de vínculos mais próximos, um engajamento maior, além da atribuição de significados emocionais e mais pessoais aos produtos e serviços comercializados. Tudo isso com o intuito de atingir a sensibilidade do público-alvo.

Ele se baseia em consumidores reais, ou seja, pessoas que têm uma alma, valores, princípios e objetivos de vida. Da mesma forma, elas apresentam sonhos e necessidades, e por meio da compra, buscam se realizar mais como ser humano. Isso significa que o foco é investir em empresas mais humanas, que trabalhem com valores semelhantes aos dos seus clientes.

Atualmente, já se fala em marketing 4.0. Trata-se de uma nova era, na qual a inovação da tecnologia, por meio dos canais digitais, atraiu a atenção do público e se tornaram, assim, a principal porta de acesso para o chamado Marketing de Conteúdo. Essa nova fase é um complemento da anterior, ainda mais focada no bem-estar do cliente e nos avanços da internet.

Quais são os principais indícios de que a sua clínica precisa investir no marketing humanizado?

1. Alto índice de insatisfação e reclamações constantes

Quando a empresa não dá a devida atenção ao cliente, ele se sente insatisfeito e frustrado. Como consequência, as chances de voltar a fazer compras com você são menores. Nesse sentido, como uma forma de medir o índice de satisfação dos clientes, existem sites que disponibilizam aos usuários fazerem avaliações sobre as empresas que eles já tiverem experiência.

Essa funcionalidade pode servir tanto para alavancar as vendas como para deixar a reputação da empresa em baixa, refletindo diretamente nos próximos resultados. Esse é um ótimo termômetro para avaliar se o marketing humanizado está sendo adotado por aquela empresa, tanto nas etapas anteriores à compra quanto no pós-venda.

Dessa forma, se há empatia com o público e a preocupação de se colocar no lugar do cliente, dando prioridade a eles, o atendimento tende a melhorar e as reclamações vão diminuir. Como consequência, a marca ganha mais vantagem competitiva e consegue se destacar no mercado, ficando à frente dos concorrentes.

2. Os pacientes não têm interesse em retornar

Depois do atendimento, a clínica deve prezar pela fidelização dos seus pacientes. Uma taxa alta de retorno significa que a recepção e o atendimento agradam aos clientes, e eles se sentem satisfeitos com o serviço. Sendo assim, o índice de retorno (recompra) consiste em um fator crítico de sucesso para uma empresa.

Por isso, é importante elaborar um planejamento adequado, estabelecendo metas e ações proativas que tenham como objetivo conhecer os pacientes e, a partir daí, adotar um marketing humanizado na clínica.

Então, tenha um atendimento de qualidade, ouça as necessidades dos clientes e mostre preocupação em solucionar os seus problemas. Além disso, após o atendimento, mantenha uma relação personalizada e próxima para que eles se sintam valorizados.

3. O CTR da empresa está baixo

O CTR (Click Through Rate) baixo do site da clínica significa que o número de cliques dividido pelo número de visualizações do público não está muito bom. Isso indica que os clientes não têm interesse em acessar o conteúdo postado online por inúmeros fatores, desde a irrelevância e baixa qualidade do material disponibilizado, até uma página mal desenvolvida e pouco funcional.

Para isso, estude o público e descubra a melhor forma de se comunicar com ele. Isso inclui escolher os canais e plataformas adequadas onde eles se encontram, e adotar uma linguagem adequada, que tenha o poder de causar impactos no consumidor. Com isso, haverá um engajamento maior.

Como vimos, adotar ações de marketing humanizado é uma estratégia eficiente para agregar valor à marca e fidelizar clientes. A ideia é visualizar os pacientes como seres únicos e individuais e, assim, personalizar o atendimento. Contudo, para isso ocorrer, as empresas precisam ter um conhecimento mais aprofundado sobre o comportamento e as preferências de cada público.

Ficou com alguma dúvida? A sua clínica já adota campanhas de marketing humanizado? Você já notou melhoras nos resultados? Deixe um comentário abaixo contando a sua experiência!

Deixe seu comentário