fbpx
Gestão

4 dicas para reduzir o uso de papel no consultório médico

Fazer uso de papel para as atividade da rotina diária está se tornando algo cada vez mais raro, principalmente no ambiente de gestão. Afinal, os registros em meio físico, além de aumentarem os custos de manutenção, são extremamente frágeis e podem ser facilmente perdidos ou extraviados.

Porém, ainda que a digitalização seja uma tendência, muitas clínicas insistem em manter o uso do papel em suas atividades administrativas, provavelmente porque desconhecem as formas de realizar uma transição gradativa e eficiente para a gestão virtual. É exatamente por essa razão que separamos 4 dicas simples para você informatizar o seu consultório médico de modo eficiente e reduzir bastante o seu uso de papel. Confira!

Mapeie os processos do consultório

Faça um levantamento dos processos existentes na clínica, como agendamento da consulta, procedimento de lembrete, atendimento ao paciente, prescrição dos medicamentos, cobrança, etc. Conhecer bem os processos e suas interações vai ajudar na visualização e na identificação dos pontos que podem — e devem — ser melhorados por meio da eliminação o uso do papel.

Utilize um software

Fazer uso de um software é, sem dúvida, uma das melhores iniciativas que qualquer consultório médico pode fazer para a redução do papel. Existe uma infinidade de soluções de gestão exclusivas para clínicas médicas.

São sistemas especialmente parametrizados que dispõem de todas as funcionalidades que o médico precisa usar no dia a dia. Alguns inclusive têm mecanismos de agendamento para cada especialidade, digitalização de prontuários, informações para acompanhamento do paciente e muito mais recursos que podem eliminar de uma vez por todas a necessidade do papel nessas atividades.

Além disso, com o uso do software sobra mais tempo para que o médico e a sua equipe possam se dedicar a outras prioridades, dada a otimização proporcionada pela tecnologia.

Utilize modos de impressão ecológicos e reciclagem

Ainda que não seja possível abolir completamente o uso do papel, é perfeitamente praticável minimizá-lo instituindo procedimentos de impressão, como usar os dois lados de cada folha para impressões com mais de uma página. Dessa forma se poupa papel, tinta e espaço, além do custo, é claro.

Outra prática que pode ser adotada é a de reaproveitar folhas utilizadas de um só lado e fazer blocos de anotações, ou usar como rascunho. São pequenos gestos, que têm grandes impactos e tendem a contribuir muito com a minimização do uso do papel na clínica ou consultório.

Conscientize a equipe do seu consultório médico

Faça um treinamento de conscientização dos colaboradores, sejam eles médicos, assistentes ou secretárias. A equipe deve ser incentivada a questionar sempre se a impressão é realmente necessária. Afinal, é muito comum que arquivos sejam impressos para uma única leitura e, pouco tempo depois, sejam descartados.

É importante incentivar também que os colaboradores guardem e compartilhem os arquivos por meio de e-mail ou pen drives, em vez de mantê-los em meio físico.

Para minimizar seus custos, melhorar ou automatizar seus processos e reduzir significativamente o gasto de papel no seu consultório, não deixe de conferir a nossa solução para clínicas e consultórios!

1 comentário

Deixe seu comentário