fbpx
Produtividade

6 passos essenciais na hora de abrir seu consultório de pediatria

consultório de pediatria

Abrir um consultório de pediatria é um investimento promissor para os médicos da área. Além disso, este também é um sonho de grande parte dos médicos que dedicam-se a essa especialização e desejam manter o próprio negócio.

Contudo, não é uma tarefa tão simples assim, afinal, além dos recursos financeiros que serão necessários, deve-se estar atento a uma série de fatores que envolvem questões administrativas, noções de economia e conhecimentos sobre marketing e gestão de empresas.

Somente a partir do domínio dessas áreas é que se torna possível manter um empreendimento de sucesso e com alto retorno financeiro. Está pensando em montar um consultório de pediatria, mas tem dúvidas sobre como começar? Não se preocupe!

Neste post, você entenderá como montar esse tipo de negócio e saberá qual é a importância do uso de um software de gestão durante esse processo. Confira!

1. Escolha um local adequado

A localização é um elemento que faz toda a diferença para o sucesso de consultório de pediatria, uma vez que ele causa impactos diretos na movimentação da sua agenda. Portanto, antes da escolha, estude mais sobre o público-alvo que tem alto potencial de se tornar cliente do seu negócio.

O ideal é optar por um local de fácil acesso e que seja bem movimentado e com uma grande variedade de transporte público ao seu redor — analise a existência de frotas de linhas de ônibus, trem e metrô. Essa característica traz mais mobilidade para os pacientes. Afinal, se o consultório for longe e o deslocamento pouco viável, dificilmente os clientes se animarão para comparecer às consultas.

Além disso, veja se há estacionamento para automóveis próximo ao consultório médico. Às vezes, as pessoas podem preferir ir com o próprio veículo.

Uma boa ideia é se instalar nas proximidades de escolas, academias de dança, ginástica ou de futebol que atendem ao público infantil. Isso traz mais visibilidade para o seu empreendimento e facilita o deslocamento dos pais, que podem levar os pequenos até essas aulas e comparecer à consulta em um local próximo.

2. Fique atento à decoração utilizada

O público infantil é bastante visual e costuma se distrair e divertir bastante em ambientes interativos. Por isso, é importante ter uma atenção maior ao estilo de decoração do consultório, até porque se trata de um espaço onde são realizados pequenos exames e procedimentos médicos que têm o costume de causar desconforto e medo nas crianças.

Portanto, investir em uma sala com cores alegres, brinquedos e acessórios divertidos e decorações temáticas é sempre uma boa pedida.

3. Invista na divulgação do consultório

O marketing médico deve constar na lista de prioridades do seu empreendimento. Como você espera que o seu consultório esteja lotado se não investir na sua divulgação? Assim ninguém vai conhecer os seus serviços. Portanto, promova o seu negócio investindo em métodos para atrair pacientes para o seu novo espaço de trabalho.

O mais recomendado é elaborar campanhas de marketing — veiculação de anúncios em mídias e canais de comunicação e redes sociais, por exemplo. Para isso, marque presença online por meio da criação de um perfil nas redes sociais.

Feito isso, crie conteúdos interessantes e relevantes para o público, promova e impulsione esse material por meio de ferramentas como SEO e não se esqueça de interagir e manter o engajamento com os pacientes.

Entretanto, é importante ter cautela com esse elemento. Existem condutas que são proibidas pela ética médica, como expor situações pessoais dos clientes, mostrar fotos de antes e depois dos pacientes e divulgar resultados de tratamento publicamente, por exemplo.

4. Adote um software de gestão de processos

A tecnologia veio para revolucionar e modernizar os processos clínicos. Nesse sentido, o software de gestão surgiu como uma tendência para consultórios médicos e vem se tornando mais popular entre todas as especialidades — e somente na pediatria. Se trata de uma ferramenta que simplifica os procedimentos médicos e as tarefas administrativas.

Por meio desse mecanismo automatizado, é possível fazer o agendamento automático de consultas pelo próprio paciente sem a necessidade do trabalho manual de uma secretária, acessar prontuários eletrônicos que estão armazenados em nuvem, manter um controle mais rígido sobre as finanças, monitorar o fluxo de caixa e por aí vai.

5. Escolha bons profissionais para formar a equipe

As tarefas administrativas de uma clínica podem ser numerosas — cuidar da recepção, marcar e cancelar consultas, cadastro dos dados, tirar dúvidas dos pacientes, atender a telefonemas, receber o pagamento referente ao atendimento etc.

Nesse sentido, contratar uma equipe habilitada e devidamente qualificada para exercer tais funções é um requisito fundamental para manter o atendimento de uma clínica com qualidade.

Para tanto, é importante alinhar os valores e objetivos do consultório com a postura dos colaboradores. Assim, no momento da contratação, estabeleça critérios firmes e rigorosos para a seleção dos candidatos.

O ideal é contar com profissionais organizados, pacientes, de confiança e que tenham experiência para lidar com o público em geral.

6. Estude os custos e estime as despesas com antecedência

O planejamento para a instalação de um consultório de pediatria também envolve o estudo dos investimentos que serão feitos e o valor de cada um deles. Estamos falando de custos fixos — aluguel, energia elétrica, folha de pagamento dos funcionários, gás, internet, água, entre outros.

Além disso, há os custos variáveis e ocasionais, como reformas estruturais, compra de insumos e máquinas para exames, móveis para a recepção e o consultório, aquisição de equipamentos de informática e softwares etc.

Desse modo, ao quantificar despesas, é mais fácil ter noção do tamanho do investimento a ser feito. Ou seja, é possível calcular o custo médio das consultas para suprir os gastos, por exemplo.

A instalação de um consultório de pediatria envolve a elaboração de um planejamento prévio com cautela.

Diante desse cenário, um dos fatores essenciais que deve ser mencionado e que influenciará o sucesso do seu empreendimento é o uso de softwares de gestão. Essa ferramenta será responsável pela otimização de processos com o intuito principal de melhorar a rotina de trabalho da sua empresa.

Ficou interessado em implementar essa ferramenta automatizada no seu estabelecimento médico? Então, conheça os benefícios proporcionados pelo software no processo de gestão da sua clínica!

Deixe seu comentário