fbpx
Tecnologia

Tecnologia no consultório médico: como ela pode ser usada?

Tecnologia no consultório médico

A tecnologia está presente em praticamente todos os aspectos da nossa vida. Na saúde não seria diferente. Com foco na produtividade e na gestão, os softwares utilizados no meio médico apresentam inúmeras vantagens!

A plataforma pode ser extremamente funcional para os pacientes, facilitando o trabalho de todos os envolvidos na área — médicos, enfermeiros e atendentes.

Você quer implementar algo parecido, mas não sabe exatamente como começar? Continue a leitura e conheça as vantagens e funcionalidades da tecnologia no consultório médico. Lembre-se: a plataforma permite a adoção de certas estratégias dependendo da sua especialidade e necessidades. Vamos lá!

O que é um software de gestão?

Produzido por empresas capacitadas ou por profissionais da área de Tecnologia da Informação (TI), um software de gestão apresenta uma sequência de instruções a serem executadas, facilitando um trabalho antes feito por mãos humanas e com base no papel.

Na área médica, um software pode proporcionar o controle do tratamento de pacientes de risco, um maior controle financeiro e impedir certos inconvenientes — como duas pessoas com o mesmo horário marcado.

Por ser moldável, a tecnologia no consultório médico pode ser adotada de acordo com as necessidades de cada consultório ou clínica. Uma clínica com poucos leitos não usará o mesmo programa feito para um hospital com mil quartos disponíveis.

As especialidades também são observadas — um cardiologista pode precisar de um aplicativo integrado a medidores de batimentos cardíacos, enquanto uma ginecologista precisaria controlar o ritmo de uso do anticoncepcional de uma paciente. Com isso, cada software produzido torna-se exclusivo.

Em alguns casos, é possível criar um aplicativo para celular. O médico poderá, em qualquer lugar, acessar as informações da clínica em um smartphone e efetuar alterações na grade de consultas, por exemplo.

O acesso ao utilitário é permitido apenas com senha. Você pode fornecer o ingresso para funcionários de confiança, médicos sócios e criar um perfil para acrescentar informações do paciente.

Quais são os benefícios?

O paciente pode agendar as suas consultas

Ao fazer um telefonema para marcar uma consulta, um paciente pode se deparar com um telefone ocupado ou gastar muito tempo escolhendo horários com uma recepcionista. Nesse caso, algo tão simples como marcar uma consulta torna-se um verdadeiro incômodo para o indivíduo. Isso pode causar um certo desgaste e desanimar a ida do paciente até o seu consultório.

Implantando essa tecnologia no consultório médico, o paciente pode marcar a consulta em casa, pela internet. Ele terá acesso a uma planilha, contendo todos os horários livres, e poderá escolher calmamente em função dos próprios hábitos.

Você será comunicado sobre atrasos e faltas

O software pode exigir a confirmação de comparecimento do paciente para efetivar a marcação do horário. Isso acontece alguns dias antes da consulta, e o indivíduo receberá em seu e-mail uma mensagem — enviada automaticamente pela plataforma — ou um SMS em seu celular. Você também pode ser comunicado quanto a atrasos, pois o programa suporta um campo para comentários e pedidos.

Isso dá ao médico um melhor entendimento sobre os pacientes e não “prende” horários — assim que uma consulta for desmarcada, ela ficará automaticamente disponível na plataforma.

Também impede “encaixes” irregulares de pacientes, pois as vagas estarão predeterminadas e serão definidas de acordo com a rotina do profissional da saúde.

Os pacientes terão acesso aos exames

Com a plataforma, é possível inserir informações sobre o paciente, além dos resultados de seus exames — até mesmo imagens.

Como o indivíduo terá livre acesso ao próprio prontuário eletrônico, ele poderá mostrar suas condições de saúde a outros médicos. Isso pode gerar uma integração entre diferentes especialidades.

Você poderá implementar o Home Care

Essa é uma funcionalidade importantíssima para pacientes mais idosos ou que apenas necessitam de um maior controle por parte do médico.

Alguns softwares conseguem funcionar em sintonia junto a medidores de pressão, batimentos cardíacos e glicose. Se um médico recomenda uma certa medicação, ele mesmo poderá analisar os efeitos do tratamento escolhido.

Propicia a administração de prontuários eletrônicos

Um prontuário eletrônico é a junção de todos os dados do paciente. Informações sobre a medicação, imagens laboratoriais, radiografias, exames e o histórico do paciente tornam-se disponíveis de forma digital, substituindo o arquivamento em papel.

Para que isso se torne real, é necessária uma estrutura de rede que suporte todos os prontuários e permita o acesso dos pacientes às informações contidas.

Torna a gestão clínica mais barata

A tecnologia no consultório médico exige um profissional da área de tecnologia da informação (TI) por apresentar um custo melhor. Além disso, o aplicativo é criado de forma otimizada, proporcionando fácil entendimento e autonomia para o clínico.

Um dos pontos mais fortes do sistema é o controle financeiro da clínica — o médico saberá exatamente quanto dinheiro entra e quanto dinheiro sai, independente do controle feito por secretárias e atendentes.

Caso irregularidades financeiras sejam constatadas, o profissional poderá confrontar — com provas — os operadores da função.

Como implementar essa tecnologia?

Instalar a tecnologia no consultório médico costuma mudar toda a dinâmica de um consultório ou de uma clínica. É importante investir em cursos de capacitação para os funcionários e analisar a infraestrutura necessária — às vezes, é preciso comprar novos computadores e renovar a estrutura da rede.

Inicie um planejamento

É necessário instituir um cronograma de implementação do software. Geralmente, o serviço é feito por empresas especializadas, mas, ainda assim, certos profissionais devem ser incluídos na equipe — médicos, enfermeiros e atendentes. Isso tornará o software mais compatível com as necessidades do consultório.

Capacite os funcionários

Lembre-se que os funcionários envolvidos no uso dessa tecnologia precisam receber um treinamento completo — eles devem saber como utilizar o programa e o que fazer em situações problemáticas.

É necessário cumprir corretamente as exigências de implementação para obter uma experiência positiva.

São inegáveis as melhorias proporcionadas pela tecnologia no consultório médico: incrementa a produtividade do estabelecimento e aumenta a sua credibilidade junto ao paciente. Ele, ao saber que seus diagnósticos estarão organizados de forma segura, tem maiores chances de se fidelizar.

Gostou do nosso conteúdo? Então continue a visita em nosso blog — leia o artigo “Como a tecnologia pode otimizar a relação médico e paciente?” e torne-se um especialista no assunto!

Deixe seu comentário