fbpx
Gestão

5 dicas para uma boa gestão em clínicas populares

Dicas para uma boa gestão em clinicas populares

Elas são a grande alternativa para quem precisa de um atendimento médico de qualidade por um preço acessível. As clínicas populares se expandem cada vez mais por conta dos valores competitivos, e quem investe no negócio tem boas chances de sucesso.

Pacientes que não podem esperar a burocracia do Sistema Único de Saúde (SUS) ou aqueles que tiveram de abrir mão do plano de saúde por conta da crise econômica são clientes em potencial.  Até mesmo quem tem convênio registra demanda, já que muitas especialidades médicas têm baixa oferta de profissionais conveniados e muita procura.

No entanto, para que o faturamento deslanche, é necessário que haja uma boa gestão e administração. Pensando nesses anseios, reunimos aqui 5 dicas preciosas para gestão de clínicas populares. Vamos começar?

1. Não descuide do planejamento

O primeiro passo para qualquer negócio dar certo, da área da saúde ou não, é fazer um planejamento sólido para que decisões importantes sejam tomadas, como qual a melhor forma de direcionar investimentos, por exemplo.

É por meio do planejamento que o público específico da clínica médica vai se delinear. Não se engane: nem toda clínica popular visa atender os mesmos pacientes. Algumas podem criar preços mais em conta para quem vem do SUS, outras já conseguem trabalhar com pacientes residuais dos convênios, que podem desembolsar uma quantia um pouco maior.

A definição das especialidades médicas ofertadas também está diretamente ligada à definição do público. Conhecendo o perfil de pessoa que será atendida, é possível criar um serviço mais personalizado e eficaz, que gera mais retorno financeiro.

2. Elabore um plano financeiro compatível com o negócio

Por falar em retorno financeiro, uma boa gestão de clínica popular não existe sem um plano financeiro compatível com o fluxo de caixa daquele negócio específico. O valor mais em conta das consultas para os pacientes, por exemplo, é um atrativo mas condiciona a clínica a ter que se preocupar ainda mais com a produtividade para manter a saúde econômica.

É preciso ter em vista quais são exatamente as despesas e a receita da clínica, quais os dias mais fracos de entrada de dinheiro, quanto é direcionado para cada demanda e como esse investimento pode ser otimizado. Além disso, é essencial mensurar a inadimplência e adotar estratégias para reduzi-la ou eliminá-la, a longo prazo.

Ou seja: uma organização financeira eficiente leva em conta as especificidades do negócio e trabalha para articular a demanda por preço acessível à qualidade do atendimento. Com um diagnóstico preciso e sempre atualizado da movimentação financeira, ajustes mais estratégicos podem ser feitos.

3. Invista em um bom software para auxiliar na gestão

O investimento em um software específico para gestão de clínicas médicas é o mais certeiro para o administrador que quer maximizar recursos e parar de perder dinheiro. Isso porque a tecnologia é capaz de reunir e gerir de forma eficaz todas as informações essenciais para o bom funcionamento do negócio.

Na parte financeira, que acabamos de abordar, o software substitui as antigas planilhas manuais, fadadas ao erro e à desatualização, para mostrar em tempo real o fluxo de caixa da clínica popular, dividindo despesas e receitas por categoria, por exemplo. Isso permite identificar pontos de escoamento de dinheiro e agir sobre o problema.

A dor de cabeça com o controle de estoque também deixa de existir, o que faz com que o cotidiano da clínica ganhe em gestão de tempo, já que informações equivocadas sobre suprimentos demandam conferências constantes, e de dinheiro, uma vez que evita desperdícios e também serve para organizar melhor a lista de fornecedores em busca de minimizar as despesas.

Ainda, os softwares de gestão oferecem mais segurança e agilidade no atendimento por meio dos prontuários eletrônicos. Assim, a produtividade da equipe aumenta sem que a qualidade dos serviços prestados seja comprometida.

4. Encontre os canais de divulgação certos para o seu público

Divulgar seu negócio é essencial para que ele dê resultados. E isso deve ser feito de forma estratégica, em canais de divulgação compatíveis com o público que você quer atingir e com a mensagem que você quer transmitir.

Para que isso funcione, a definição do público-alvo, que vimos no primeiro item, referente ao planejamento, é essencial. Conhecendo seus hábitos, você poderá alcançá-los, atraí-los e fidelizá-los.

Contatos via WhatsApp e redes sociais são cada vez mais utilizados e representam uma maneira mais personalizada e direta de falar com seu interlocutor. Não somente propagandas podem ser enviadas, mas essas mídias também podem ser utilizadas como efetivos canais de comunicação.

O diálogo mais próximo evita, por exemplo, as temidas faltas às consultas, que atrapalham a programação da clínica e minimizam os ganhos financeiros. Para isso, ter um cadastro sempre atualizado dos clientes, com dados para contato, é fundamental.

5. Garanta um atendimento de excelência

O preço atrativo é o que pesa para que um cliente busque uma clínica médica popular. Mas não se engane: não é porque um paciente vai pagar um valor menos expressivo pelas consultas e procedimentos que o atendimento deve ser colocado em segundo plano.

Ao contrário, quanto melhor for o atendimento, maior será o retorno desses mesmos pacientes e indicação da clínica para outras pessoas, o que impacta o faturamento do negócio. Quem se preocupa com uma gestão de clínica popular eficiente deve levar isso em conta.

agilidade na prestação dos serviços, a cordialidade da equipe que os presta, a estrutura da clínica, a facilidade para fazer contato com as secretárias para marcação de consulta, cancelamento ou alteração de datas. Tudo isso é decisivo para que a experiência do paciente na clínica seja satisfatória.

Para que um atendimento de excelência seja prioridade, invista na qualificação e treinamento dos profissionais que integram a equipe, alinhando exatamente quais são os objetivos e metas do negócio e qual o papel de cada membro nessa missão.

Recorrer à tecnologia para sistematizar a marcação de consultas também traz resultados, assim como a adoção do prontuário eletrônico, que reúne de forma eficaz todas as informações de um paciente e possibilita diagnósticos mais rápidos, completos e seguros.

E então, gostou das nossas dicas sobre gestão de clínicas populares? Esperamos que você as siga e tenha muito sucesso no seu negócio! E, se nosso conteúdo foi útil, que tal ler nosso artigo especial sobre 6 benefícios de adotar um software na gestão da sua clínica?

Deixe seu comentário