fbpx
Gestão

Saiba como criar um programa de fidelidade em minha clínica

Saiba como criar um programa de fidelidade em minha clínica

Programa de fidelidade nada mais é que uma ação que tem como objetivo fazer com que pacientes retornem à clínica e naturalmente tornem-se clientes fiéis dos serviços prestados. Esse programa, que busca criar pessoas leais à marca, é composto por iniciativas que fazem com que os clientes criem uma identidade maior com a empresa, induzindo-os a retornarem e até mesmo tornarem-se promotores dos serviços prestados.

Os programas de fidelidade utilizam instrumentos amplamente conhecidos, como: cartões de fidelidade e o acúmulo de pontos para futuramente serem trocados por produtos os serviços. É importante saber que para a formulação de programa de fidelidade que realmente alcance os resultados esperados, não basta apenas escolher os melhores prêmios para os clientes, mas sim, seguir algumas etapas.

Com o intuito de ajudá-lo a criar um programa de fidelidade na sua clínica, separamos neste post tudo o que você precisa saber. Confira!

Entenda o que afasta os clientes da sua clínica

O primeiro passo para a criação de um programa de fidelidade é entender quais são os motivos que fazem com que os pacientes não retornem a clínica. Os motivos podem ser os mais diversos, serviços que não atendem às expectativas, atendimento precário, falta de organização da clínica, entre outros.

Ao estudar os motivos que afastam as pessoas, consegue-se detectar quais são os problemas da clínica e quais os pontos que carecem de melhora. É fundamental que o programa de fidelidade seja criado somente após solução de todos os gargalos encontrados.

Conheça o cliente

Toda clínica que deseja ter clientes fiéis e apaixonados pelo atendimento e serviços prestados precisa fazer uma única coisa: oferecer às pessoas exatamente o que elas querem ou buscam.

Por isso, para criar um programa de fidelidade que seja realmente eficaz, é imprescindível que a clínica conheça o perfil dos clientes. Saber quais são seus hábitos, seus desejos e o que procuram é essencial para torná-los fiéis à marca.

Uma ótima forma de conhecer melhor os clientes é enviando a eles formulários e pedindo feedback. Dessa forma, os responsáveis pela clínica podem saber o que as pessoas pensam sobre a empresa e o que precisa ser melhorado.

Desenvolva um programa de fidelidade chamativo

O nome do programa da clínica é um detalhe muito importante, pois é ele que será divulgado e apresentado para os pacientes. Por isso, é fundamental nomear o programa da clínica com um nome que chame a atenção do público e seja de fácil memorização.

A clínica também não pode deixar de investir na identidade visual do programa. Uma marca forte e bem formulada mostra aos clientes profissionalismo e seriedade, auxiliando bastante a captura das pessoas.

Escolha o sistema de pontuação

Todo programa de fidelidade possui um fator em comum: um sistema de pontuação. Por isso, os responsáveis pela clínica precisam definir como será realizada a conquista e o acúmulo de pontos pelos pacientes. Uma dica importante é criar um sistema simples e de fácil entendimento, isso facilita a disseminação e aceitação do programa.

Defina as recompensas do programa

Por último, os responsáveis pela clínica devem escolher quais serão as recompensas e como elas serão entregues aos clientes. O foco de todo e qualquer programa de fidelidade são os prêmios, por isso, é importantíssimo escolhê-los com bastante atenção e cuidado.

Dentre os incentivos e recompensas mais utilizados, pode-se destacar:

  • acesso a preços diferenciados;
  • melhores condições de pagamento;
  • descontos exclusivos;
  • participação em sorteios;
  • participação em campanhas exclusivas do programa.

Apresentando essas recompensas, fica claro o porquê de ser fundamental que a clínica conheça seus clientes, pois somente assim consegue-se definir prêmios atrativos, fazendo com que o programa de fidelidade apresente excelentes resultados.

Agora que você já sabe como criar um programa de fidelidade, não deixe de baixar o e-book: Gestão da clínica médica — os 3 pilares que fazem toda a diferença!

Deixe seu comentário