fbpx
Marketing

Marketing médico: conheça os limites e acerte na divulgação

O marketing médico, como em qualquer outra área, tem uma grande importância. Para um profissional dessa área que quer abrir sua clínica ou consultório, não basta apenas investir em anos de estudo e conhecimento. É preciso fazer com que as pessoas conheçam o seu trabalho.

Quando aplicada corretamente, a publicidade pode trazer ótimos resultados. Porém, existem alguns limites na área médica que devem ser observados e respeitados. Pensando nisso, trouxemos nesse post informações sobre esses limites éticos para você acertar na sua divulgação.

Quais são os limites éticos para o marketing médico?

O Conselho Federal de Medicina (CFM), órgão máximo da medicina no Brasil, expediu a Resolução 1974/11, que estabelece restrições para o marketing médico. Nela, foi publicado o Manual de Publicidade Médica, que é usado como guia para os médicos, clínicas e consultórios.

Independentemente de sua especialidade, todos devem seguir o manual para se orientar quanto a questões de divulgação de seu trabalho.

Uso de blogs e redes sociais

O Conselho Federal de Medicina decidiu que médicos podem sim ter blogs e redes sociais, desde que sigam algumas instruções.

Os perfis ou blogs devem conter apenas informações científicas sem autopromoção. Sendo assim, é proibido colocar o endereço de sua clínica, procedimentos realizados ou o número de telefone.

Fotos de pacientes

É proibido o uso de fotos, mesmo com a autorização do paciente, em anúncios, promoções, divulgação de resultados ou qualquer outro tipo de publicidade.

Os únicos momentos em que fica autorizada a divulgação dessas fotos são em eventos e apresentação de trabalhos científicos, desde que tenham a autorização dos pacientes.

Anúncios

Os médicos são proibidos de aparecerem em qualquer tipo de anúncios voltados à medicina ou divulgação de sua imagem.

Também estão proibidas pelo CFM, o uso de expressões como “resultado garantido”, “O melhor do ano” ou qualquer outra que tente captar clientes pelo bom resultado.

Entrevistas

O médico pode conceder entrevistas a veículos de comunicação, desde que seja apenas para esclarecer dúvidas da população ou disseminar conhecimento.

Neste caso, o profissional não pode de maneira alguma se promover ou passar endereços e telefones de contato.

Como acertar na divulgação?

Já ciente de todos os limites éticos do marketing médico, é hora de investir na sua imagem. Para que ela esteja em alta, é importante manter uma comunicação e um bom relacionamento com os pacientes.

Invista na sua marca, transmitindo segurança e fazendo com que ela seja lembrada pelo público. Esteja presente nas mídias sociais e integre essa comunicação. É importante ser visto para atrair a atenção de novos pacientes e utilizar de estratégias que os mantenham.

Atitudes simples como postar notícias e artigos de saúde em sua página ou por meio de e-mails cadastrados dos pacientes acabam os aproximando. Ao enviar felicitações de aniversário, por exemplo, você faz com que eles se sintam especiais e se lembrem do seu serviço.

Utilizando sempre da honestidade, qualidade de serviço, transparência e respeito à ética da medicina, é possível obter bons resultados por meio do marketing médico.

Essas foram algumas informações importantes para você que deseja utilizar a publicidade na medicina. Se elas foram úteis a você de alguma maneira, conta pra gente nos comentários.

Marketing na saúde

Marketing na saúde: quais mídias digitais minha clínica deve usar

marketing para consultório

6 dicas de marketing para divulgar seu consultório gastando pouco

Deixe seu comentário