fbpx
Sem categoria

Gestão de clínicas populares: saiba como fazer!

Gestão de clínicas populares: saiba como fazer!

Nos últimos anos, o número de clínicas populares cresceu no Brasil. Isso se deve, também, à crise econômica, onde as pessoas buscam por alternativas para contornar a demora do atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS) e os preços altos dos planos.

Portanto, para os profissionais da área, esses postos de trabalho podem ser uma boa oportunidade de negócio. Mas como fazer a gestão de clínicas populares?

De fato, por mais rentável que esse mercado possa ser, ele demanda uma atenção especial em relação ao atendimento e aos processos. Contudo, de modo geral, o gerenciamento não difere tanto assim das demais instituições de saúde. Continue a leitura deste post e veja dicas para fazer uma boa gestão de clínicas populares!

Conheça bem o seu público-alvo

Antes de entrar no mercado popular, é fundamental estudá-lo bastante, principalmente no que cabe ao público-alvo. É necessário levantar informações sobre a sua área de atuação, os serviços que serão oferecidos, o preço a ser cobrado, a abrangência e qual a melhor localização para a clínica.

Um erro recorrente nesse segmento é achar que o público-alvo é homogêneo. Pelo contrário: se no início essas clínicas foram pensadas para atender à classe C, hoje elas também são interessantes para classes mais altas. Elas são procuradas por profissionais que perderam o plano de saúde das empresas e não querem recorrer ao SUS, por exemplo.

É importante conhecer bem todas as peculiaridades do público que será atendido antes de realizar qualquer estratégia. Isso é válido, inclusive, para clínicas já existentes que querem se tornar populares. Se necessário, procure uma consultoria de análise de mercado para entender o seu potencial.

Faça um planejamento estratégico

O planejamento estratégico é essencial para quem vai abrir um negócio. Nele é feito um estudo de cenários — com todas as oportunidades e desafios —, e é também definido o valor que deve ser investido em quais áreas. Para trazer precisão à análise, é recomendado conversar com outros médicos e profissionais de saúde, além de visitar algumas clínicas.

O problema é que, muitas vezes, o planejamento é esquecido logo que o negócio começa a funcionar. Nesse ponto, muitos gestores se perdem e acabam tomando decisões equivocadas.

Outro erro é firmar-se completamente ao planejamento e não considerar as mudanças ao longo da implementação da estratégia. É importante, portanto, que o plano seja consultado e revisto pelo menos uma vez ao ano, considerando todas as transformações ocorridas.

Desenvolva a equipe de colaboradores

Todo gestor busca por colaboradores capacitados e com experiência no mercado. Entretanto, poucos realmente investem no treinamento da equipe, de modo a atender às necessidades específicas do próprio negócio.

O atendimento é justamente um dos fatores mais relevantes para o bom funcionamento de uma clínica popular. Ele precisa ser ágil, eficiente e humanizado. Por mais que seja rápido, é preciso que os pacientes sejam bem recebidos e queiram retornar em novas consultas e exames.

Neste sentido, não adianta achar que, naturalmente, os colaboradores farão o atendimento da forma que a clínica precisa. Eles devem ser bem instruídos sobre os processos e os objetivos do negócio. É importante que se sintam parte da empresa e estejam bem motivados. Para isso, se possível, ofereça um plano de carreira e oportunidades de atualização profissional.

Torne os processos mais eficientes

Boa parte dos erros e inconsistências em qualquer clínica ocorre por falta de processos bem estruturados. Nas populares, isso pode comprometer bastante os resultados, uma vez que são necessárias normas para a realização de um número maior de consultas em menor tempo.

Dessa forma, o controle de estoque, a marcação e o cancelamento de consultas, o prontuário dos pacientes e todo o trabalho dos funcionários devem seguir uma estrutura bem elaborada e que seja coerente com os objetivos do negócio.

Um bom gestor deve conhecer todos os processos e não só as tarefas de sua responsabilidade. É fundamental acompanhar as operações de perto, verificando tudo que precisa ser melhorado e como isso é possível.

Melhore a infraestrutura da clínica

Não é porque a clínica é popular que não se deve investir em uma boa infraestrutura. Muito pelo contrário. Quanto mais moderno e funcional for o espaço, mais ágil e agradável pode ser o atendimento, de forma a gerar mais satisfação nos pacientes.

Assim, além de se preocupar com a aparência, não tenha medo de investir em ferramentas para aperfeiçoar o atendimento, como softwares, equipamentos de segurança e recursos que facilitem o diagnóstico.

Faça o controle financeiro

Com uma rotina repleta de atendimentos médicos, pode ser complicado pensar na gestão financeira. No entanto, em uma clínica popular, o gestor precisa saber conciliar diferentes formas de pagamento das consultas, exames e todas as contas da empresa.

Para isso, é fundamental fazer um controle financeiro adequado, com todas as entradas e saídas. Também é possível fazer uma previsão de demanda, a qual ajuda a planejar melhor o estoque e o pagamento de fornecedores e de colaboradores. Esse processo pode ser feito com o auxílio de planilhas — físicas ou digitais — ou mesmo com modernos softwares de gestão.

Invista em campanhas de marketing

O boca a boca pode não ser suficiente para que a sua clínica seja conhecida. Para que qualquer negócio faça sucesso em um mercado tão competitivo, é necessário investir em campanhas de marketing.

Uma boa estratégia deve considerar os diferenciais de cada negócio, o que já pode ser percebido no próprio planejamento. Contudo, basta se perguntar quais os motivos levariam os pacientes a procurarem a sua clínica e não uma concorrente.

Com a grande popularização das redes sociais, nem é preciso investir muito. Usar meios como o Facebook, o Instagram, sites e blogs é uma forma barata e eficiente de falar diretamente com os potenciais clientes. Apenas é preciso ter cuidado com as regras próprias que regem o marketing e a propaganda médica.

Adote ferramentas tecnológicas

Os controles financeiros, a marcação de consultas, o prontuário dos pacientes e a gestão da clínica como um todo pode ser bem mais simples com o uso de softwares e outras ferramentas tecnológicas.

Contar com um software de gestão permite ter maior controle e otimizar todas as tarefas, além de melhorar o relacionamento com os fornecedores e os pacientes.

Uma mesma solução permite visualizar um panorama completo e integrado sobre o funcionamento da clínica. Ela também fornece todos os indicadores de desempenho que ajudam no planejamento e nas ações de marketing.

A gestão de clínicas populares pode ser bem mais inteligente e eficiente, oferecendo uma opção de atendimento mais rápida e barata para os pacientes.

Deixe seu comentário